19 abril, 2018

GUERRE, M.ᵐᵉ Alice - MÉTHODO DE CORTE : ou a maneira de qualquer senhora fazer, por suas mãos, todo o seu vestuário. A modista de si mesma. Por... (Professora de corte em Paris). Lisboa, Emprêsa Literária Universal, [191-]. In-8.º (19cm) de 394, [6] p. ; [2] f. desd. ; mto il. ; E.
1.ª edição.
"O meu systema de corte serve para todas as modas desde a saia de balão até à dos nossos dias".
Curioso manual "faça você mesmo" do princípio do século XX dedicado ao corte e costura.
Livro muito ilustrado com desenhos de moldes e bonitas estampas de modelos femininos no texto (algumas delas em página inteira), e duas folhas desdobráveis.
"Durante muitos anos o estudo do córte foi pouquíssimo conhecido, e foi o apanágio sòmente de algumas pessoas da arte, alfaiates ou costureiras, que se guardaram de revelar o que sabiam, e que tinham adquirido, pela máxima parte, de professores modestos, alfaiates ou costureiras também.
Sob o domínio de necessidades sempre crescentes, graças sobretudo aos hábitos de bem estar e de luxo que se estenderam a todas as classes da sociedade, a arte de bem vestir generalisou-se a pouco e pouco, e tornou-se como um elemento indispensavel da vida moderna. [...]
O methodo que hoje offereço ao publico é o que ensino há mais de quinze annos, e é o resultado da indagações, estudos e observações constantes, laboriosas e pacientes. Elle abraça não só o estudo das conformações, sob o ponto de vista anatomico, coisa absolutamente indispensavel, e de alguma forma a base de todo o ensino, o córte e o conjuncto de todas as partes do corpo, mas ainda a confecção para senhoras, trajos para creanças, e roupas, brancas para estas e para senhoras, etc. Numerosas gravuras, intercalladas no texto, e fora do texto, veem a facilitar a demonstração dos respectivos cortes, e para tornar estas demonstrações mais acessiveis a intelligencias novas e para a maior parte pouco familiarisadas em assumptos de costura."
(Excerto do prefácio)
Encadernação editorial revestida a tecido com letras e desenhos gravados a seco e a negro nas pastas e na lombada.
Exemplar em bom estado de conservação. Faltam 8 páginas que correspondem, respectivamente ao prefácio do tradutor, e à nota de abertura dos editores.
Raro.
Sem registo na BNP.
Indisponível

5 comentários:

  1. Ah que pena... Se por acaso conseguir outro pode me contatar? castelodaju@hotmail.com
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza. Envie um e-mail com pedido futura reserva para:
      livreiro.monasticon@gmail.com
      M. Cumprimentos,
      Alberto Marques

      Eliminar
  2. Já mandei. Muito Obrigada! Espero que consiga outro. ;)

    ResponderEliminar