09 maio, 2016

SAMPAIO, Armando – COIMBRA ONDE UMA VEZ… Recordações de um antigo estudante. Portalegre, [s.n. – Depositário : Clube Académico de Coimbra, Coimbra], 1974. In-8.º (21cm) de 169, [3] p. ; B.
1.ª edição.
Valorizada pela dedicatória autógrafa do autor.
Memórias de Armando Sampaio, conhecido desportista da Briosa, dos seus tempos de estudante em Coimbra.
“Coimbra, quando há quase cinquenta anos fui frequentar a sua Universidade, diferia um pouco do que fora antes; e muito, muitíssimo mesmo, do que é hoje.
Contava meu pai, que andara por lá mais de meio século atrás, que no seu tempo, quando não havia ainda ligação ferroviária entre a Estação Velha e a cidade, os passageiros desembarcados naquela faziam-se transportar para esta em burros de aluguer, mais ou menos lazarentos. Os seus proprietários, colocados em fila à saída da gare ao lado dos jumentos, apontavam com o dedo indicador para os viajantes que chegavam, gritando com quanta força tinham:
- Burro, sr. doutor!... Burro, sr. doutor!...
(Já nessa época distante eram apodados de doutores quantos passavam pela velha cidade universitária)
Claro que os homenzinhos não pretendiam insultar fosse quem fosse. O gesto e a fala eram a forma usual de oferecerem a «mercadoria»…”
(excerto do texto, Antigamente era assim)
Armando Francisco Coelho de Sampaio (1907-1982). Natural de Beja. “Antigo Estudante da Universidade de Coimbra, onde se licenciou em Medicina, foi uma figura destacada no panorama futebolístico português. Na Associação Académica de Coimbra, AAC, desempenhou cargos e lugares, tal como no Sporting Clube de Portugal e na Federação Portuguesa de Futebol. Armando Sampaio veio profissionalmente exercer medicina para Portalegre. Além de desportista e médico, era também político. Politicamente ligado ao Estado Novo, foi desde sempre amigo e apoiante de Marcello Caetano, muito tempo antes de Caetano vir a ascender à presidência do conselho. Ao longo da sua vida escreveu vários livros memorialistas, que hoje são fonte importante para as temáticas que tratou.”
(fonte: avozportalegrense.blogspot.pt)
Exemplar brochado em bom estado de conservação.
Muito invulgar.
Indisponível

Sem comentários:

Enviar um comentário