08 maio, 2017

REIS, Sebastião Martins dos - CANCIONEIRO DE FÁTIMA. [Lisboa], Editorial Centro de Estudos D. Manuel Mendes da Conceição dos Santos, [1957]. In-8.º (22cm) de 345, [3] p. ; B.
1.ª edição.
Importante recolha de composições poéticas referentes a Fátima. No extenso prefácio, para além da apresentação da obra própriamente dita - a sua organização e o critério de selecção escolhido, - o autor tece algumas considerações sobre aspectos de índole política - nacional e internacional - relacionados com o fenómeno de Fátima.
"Atentando no papel transcendente que Fátima tem desempenhado e promete desempenhar na vida religiosa do mundo, será temerário afirmar que este século, no domínio espiritual mariano, é e será o século de Fátima?!...
Assim se compreende que, volvidos  apenas uns escassos quarenta anos sobre as Aparições, já seja possível, - caso único dentro de acontecimentos deste género, ... - apresentar um «Cancioneiro de Fátima», - resultado e prova da espantosa e vastíssima projecção mariana que, em 1917, começou a tomar corpo na Cova da Iria: a nascente que então surgiu na Serra de Aire, fez-se o mar fecudante de uma nova esperança, que ilumina a incerteza e a ansiedade do mundo em derrocada. [...]
Na organização deste «Cancioneiro de Fátima» procurou-se evitar o máximo de deficiências ocorrentes em publicações desta natureza: Procurou-se ser suficientemente completo e seguro nas fontes de informação, na identificação dos Autores, na procedência das suas composições, e na datação das obras. [...]
Se é certo que a quantidade importa, o que essencialmente importa é a qualidade. Ora, parece que o »Cancioneiro» nada omite de autênticamente representativo. Deve-se mesmo dizer que peca por uma abundância talvez excessiva. Temos assim, simultâneamente, antologia e documentário. [...]
O «Cancioneiro» representa o plebiscito da inspiração poética em louvor de Fátima, e seria injusto ou petulante recusar-lhe aquela sugestão de força e beleza, que não desdoira a Arte e cativa o espírito. Apesar de tudo o que se pode e possa dizer, é lícito afirmar que Fátima tem e fica a ter a sua História em verso."
(excerto do prefácio)
Exemplar brochado em bom estado de conservação. Capa apresenta um pequeno corte à cabeça.
Raro.
35€
Reservado

Sem comentários:

Enviar um comentário