30 maio, 2017

BRAY, Mrs. - DEVERES PARA COM OS ANIMAES : expostos em lições faceis para uso das escolas. Por... Traducção de Alberto Telles. Lisboa, Typographia da Academia Real das Sciencias, 1892. In-8.º (19,5cm) de 109, [1] p. ; il. ; B.
1.ª edição.
Obra curiosíssima. Livro fora de mercado - unicamente para uso das escolas -, pretende divulgar junto dos mais novos o interesse e respeito pelos animais, numa acção que terá sido algo precursora na época.
Muito ilustrado com bonitos desenhos de animais ao longo das páginas de texto.
O final de cada capítulo inclui um conjunto de perguntas sobre a matéria apresentada e respectivas respostas.
"Alguns animaes, como a vacca e a ovelha, são de tanta utilidade para nós que difficilmente poderiamos viver sem elles, pois nos fornecem tanto o alimento como o vestuario.
Ha outros que nos auxiliam a arcar com os rudes trabalhos da vida, já fazendo parte da nossa tarefa diaria, já tornando-a para nós muito mais facil; e tambem concorrem grandemente para o nosso goso externo. Taes são o cavallo e o burro.
Outros ha que são nosso constantes companheiros e amigos fieis; que nos amam, quer sejamos ricos quer pobres, saudaveis ou doentes, feios ou bonitos; que nunca nos desamparam, até quando os homens o fazem; que nos seguem com a mesma boa vontade para a nossa habitação, ou esta seja uma choupana ou um palacio. Tal é o cão.
Outros, como por exemplo o gato, dão alegria á casa, e vivem entre nós como membro da familia.
E ha ainda immensa quantidade de animaes que tornam a terra mais aprazivel; que, com a sua  tranquilla existencia, balindo e pastando, dão mais encanto aos verdes prados; que fazem rejubilar os bosques com os seus doces trinados e formosa plumagem; que, com os olhos vividos, espreitam da sebe, do comoro e do arbusto; que adornam as folhas, as flores e o ambiente com as côres iriadas de suas azas brilhantes; que enchem o oceano, as ribeiras e os lagos com o explendôr de suas formas e a exhuberancia de sua vida.
Pois que todos esses animaes fazem tanto por nós, o que lhes devemos nós em troca?
Visto que tanto augmentam a facilidade, o conforto e o goso da nossa existencia, devemos fazer tudo o que pudermos para tornar o seu viver facil, commodo e feliz."
(I, O que devemos aos animaes)
Matérias:
Parte Primeira. I - O que devemos aos animaes. II -- Os animaes são alimento de animaes. Animaes que fornecem alimento e vestuario: III - O boi. IV - Animaes domesticos. V - A ovelha: sua natureza, historia e utilidade. VI - O porco: sua utilidade para nós. VII - Lebres. viii - Coelhos. IX - Creação. X - A gallinha commum; A gallinha da Guine. XI - O pavão e o perú. XII - Pombos. XIII - Aves aquaticas. XIV - Patos bravos e patos mansos. XV - O cysne. XVI - Os animaes não vivem só para nosso uso. Parte Segunda. Animaes que trabalham para nós ou que vivem comnosco: XVII - O cavallo em relação ao homem. XVIII - O cavallo: sua natureza e estructura. XIX - O burro. XX - Animaes que vivem comnosco: O cão. XXI - Raças diversas de cães: Galgos; Cães de caça; Perdigueiros; Pudengos; Sabujos; Cães de agua; Cão da Terra Nova; Cão de S. Bernardo; Rafeiros ou mastins; O bull-dog; O bull-terrier; O pug-dog; O terrier. XXII - Tratamento dos cães. XXIII - O gato. XXIV - O gato: sua natureza e predicados. XXV - Os animaes teem concorrido para nos domar e educar. Parte Terceira. XXVI - Animaes livres que são uteis, inoffensivos ou bellos. XXVII - Rãs e sapos.XXVIII - Ouriços, toupeiras e musaranhos. XXIX - O que é crueldade? XXX - O poder da bondade.
Exemplar brochado em bom estado de conservação. Capas oxidadas, frágeis e com defeitos.
Raro.
Sem registo na Biblioteca Nacional.
20€

Sem comentários:

Enviar um comentário