02 maio, 2017

MENDONÇA, Maria - A ILHA DA MADEIRA : vista por Intelectuais e Artistas portugueses. [Funchal], Editorial Eco do Funchal, 1954. In-8.º (20cm) de XVI, 110, [2] p. ; [8] f. il. ; il. ; B.
1.ª edição.
Curioso inquérito proposto pela autora a diversas personalidades do meio cultural português subordinado à pergunta: - "qual foi o panorama da Madeira que mais o impressionou?". Contribuíram com o seu testemunho Joaquim Paço d'Arcos, Augusto Casimiro, Maria Mattos, Julião Quintinha, Luiz Teixeira, Oliveira San-Bento, Hernani Cidade, Pe. Diniz da Luz, Maria Lamas, Alice Ogando, Lília da Fonseca, Hugo Rocha, Elvira Velez, Osório Goulart, Vasco Santana, Francisco Athayde M. Faria e Maia, Fernanda de Castro, Maria Luiza V. Soares d'Albergaria d'Athayde, Ruy Galvão de Carvalho, J. Silva Junior, Ferreira de Castro e F. Carreiro da Costa.
Livro ilustrado no texto com o retrato dos intervenientes acompanhado de uma breve biografia, e em separado, com bonitas fotogravuras reproduzindo paisagens da Madeira, incluindo o Funchal.
"Maria Mendonça, que chefia a redacção do «Eco do Funchal» com audaz inteligência e brilhante vivacidade, abriu um interessantíssimo inquérito naquele periódico de bom sentido regional - perguntando a alguns intelectuais e artistas que alguma vez pousaram ou simplesmente passaram na terra primogénita do génio henriquino: «Qual o panorama da Madeira que mais o impressionou?» [...]
Gente ilustre - romancistas, ensaistas, poetas, jornalistas, artistas, professores, enfim, uma boa parte dos que têm responsabilidades no areópago das Letras e das Artes, vieram depor na pedra da ara da nossa unção regionalista o ramo votivo da sua mensagem. Todos deslumbrados do esplendor desta balisa atlântica - que estimulou as caravelas do Senhor Infante a marcarem o rumo dos futuros e fecundos caminhos das terras desconhecidas.
Sedutor repositório de imagens, sentimos nesse ondular de impressões, com maior ou menor intensidade, as diferentes gamas da cor verde e as sortílegas mutações da paisagem, umas vezes delicadamente feminina e lírica, em leves tintas de aguarela, outras, fortes e convulsionadas como nos cenários galopantes de montanha e das falésias abruptas e portentosas.
Tão belas páginas não podiam confinar-se à vida precàriamente transitória do jornal. Apresentá-las em volume, era dever. Eis porque aparecem no presente livro sob o título - «A Ilha da Madeira vista por intelectuais e Artistas portugueses»."
(excerto do prefácio)
Exemplar em bom estado de conservação. Capas com pequenos defeitos, levemente oxidadas.
Raro.
Com interesse regional.
15€

Sem comentários:

Enviar um comentário