23 setembro, 2016

MATOS, Pedro Francisco de - O MAIOR TUFÃO DE MACAU. Lisboa, [s.n. - imp. Minigráfica, Lisboa], 1985. In-8.º (22,5cm) de 30, [2] p. ;il. ; B. Separata dos Anais do Clube Militar Naval, N.ºs 7 a 9 - Jul./Set. 1985
1.ª edição independente.
Ilustrada no texto com reproduções da Canhoneira «Camões», de uma gravura antiga do porto de Macau, de uma carta marítima do actual porto de Macau e de um gráfico com a curva barométrica do maior tufão de Macau.
Tiragem: 300 exemplares.
"«1874 - Naufrágio da Escuna «Príncipe D. Carlos e Canhoneira «Camões» em Macau».
Com efeito, da leitura desta curta informação, puderá surgir um vasto campo de dúvidas e de interrogações, pois nada se regista sobre as causas, as consequências e as responsabilidades de tão importante ocorrência, verificada há cerca de onze décadas. [...]
Naturalmente, que conhecedor do Extremo-Oriente fui, desde logo, levado a considerar que aquele sinistro marítimo deveria ter sido causado pelo perigoso inimigo dos marinheiros e dos pescadores do Mar da China - o temível furacão - que, em determinadas épocas do ano - Junho a Outubro - assola com grande violência os portos de Macau e Honk-Kong.
Assim, consultando vários livros e muita documentação manuscrita coeva, existente no Arquivo Geral de Marinha, foi-nos possível verificar que no ano de 1874, o porto de Macau foi assolado por um fortíssimo furacão, o mais devastador de todos os tempos, com extraordinários prejuízos, tanto no mar como em terra, como adiante se constatará."
(excerto do estudo)
Matérias:
1. Introdução. 2. Determinação das causas dos naufrágios. 3. Descrição do Tufão. 4. Comunicação dos naufrágios e providências das autoridades navais. 4.1. Ofício n.º 24/24-9-1874 para o Comandante Geral da Armada. 4.2. Ofício n.º 26/11-10-1874 para o Comandante Geral da Armada. 4.3. Ofício n.º 29/10-11-1874 para o Comandante Geral da Armada. 5. Conselhos de Investigação. 6. Reconhecimento ao Mérito. 6.1. Livro de Ordens da Estação Naval da China : Ordem N.º 21/17-11-1874. 6.2. Portarias do Ministério da Marinha e do Ultramar - Direcção-Geral da Marinha - 1.ª Repartição. Ordem da Armada N.º 24/1874. Ordem da Armada N.º 13/1875. 7. Considerações Finais.
Exemplar brochado em bom estado de conservação.
Muito invulgar.
10€

Sem comentários:

Enviar um comentário