31 janeiro, 2016

BASTOS, Augusto Joaquim de Oliveira - LIVRES DOS FEITICEIROS E MÁGICOS. Lisboa, União Gráfica, [1952]. In-8.º (20cm) de 59, [1] p. ; B.
1.ª edição.
Com indicação manuscrita "of. do autor" na f. rosto.
Curiosa monografia sobre os rituais orquestrados pelos sobas e feiticeiros nas antigas províncias ultramarinas de Angola e Moçambique.
"Aos 18 anos farto de desfrontar lindíssimos panoramas neste «Jardim da Europa à beira mar plantado», ao contemplar em Lamego, da Igreja dos Remédios, o firmamento, uma noite, perante o espectaculoso panorama do céu estrelado, imaginei uma grande viagem a África. Apesar de me falarem das febres e de me quererem também assustar com as feras, o desconhecido, atraía-me.
Embarquei em Lisboa a 13 de Agosto de 1921 e passados 31 dias chegava ao Lobito.
Desde esse ano, na província de Angola, dispensei considerável e devotada atenção a todos os costumes indígenas."
(excerto do prefácio)
"Suponha-se só terem tendência para a prática do mal, os habitantes de alguns povos de Angola; milhares de indígenas usavam os dentes limados em ponta, como ainda usam muitos mu-ganguelas, e eram assassinos, antropófagos, ladrões, vagabundos e traiçoeiros.
Muitas famílias viviam nas florestas, sustentando-se da raízes, de plantas leguminosas, de frutos, caça e de mel.
Esses indígenas, eram bárbaros em trato e costumes, e muito desconfiados; como suspeitassem de tudo e de todos, arriscava-se a ser morto quem se metesse no interior, não se podendo viajar em quase toda a província, com segurança.
Foram muitos os europeus, civis e militares, que, em terreiro público, depois de mutilados, foram comidos.
Se apanhavam indígenas doutras tribos, alguns sobas e feiticeiros, mandavam-nos envenenar ou cortar as orelhas, as mãos ou as pernas.
A ocupação dos habitantes de alguns povoados, era o fogo posto, o roubo e o assassínio."
(excerto do texto, Noutros tempos)
Matérias:
Noutros tempos.
O Ultramar de hoje.
Exemplar brochado em bom estado de conservação.
Raro.
Com interesse histórico e etnográfico.
15€

Sem comentários:

Enviar um comentário