11 junho, 2017

COELHO, Sabino Maria Teixeira - A SANGRIA E A INFLAMMAÇÃO. These inaugural apresentada á Escola Medico-Cirurgica de Lisboa por... Julho de 1878. Escola Medico-Cirurgica de Lisboa - 3.ª serie : N.º 31. Lisboa, Imprensa de J. G. de Sousa Neves, 1878. In-8.º (22,5cm) de [8], III, [1], 132, [2] p. ; B.
1.ª edição.
Tese de licenciatura do conhecido médico cirurgião Sabino Coelho. Ao longo da dissertação, procura demonstrar as virtudes da sangria como meio para debelar inflamações, face a uma nova corrente académica que contraindicava esta solução terapêutica.
Muito valorizada pela dedicatória manuscrita do Prof. Sabino Coelho "ao seu amigo e protector", o famoso médico cirurgião, Prof. António Germano Falcão de Carvalho.
Trabalho com dedicatória especial (impressa) ao reputado Professor Curry Cabral, presidente do júri, cujas qualidades inestimáveis, entre outras, o autor proclama: talento, dedicação científica, modéstia e imparcialidade. Além de Curry Cabral, fizeram parte do júri como examinadores, os categorizados Professores Joaquim Teotónio da Silva, Sousa Martins, Francisco José da Cunha Viana e Abílio Pinto de Mascarenhas.
"Ouvindo d'um lado a voz imperiosa da lei e escutando d'um outro a voz da minha consciencia, era-me extremamente difficil realisar o trabalho complementar do meu curso.
Que assumpto poderia eu escolher? Um que me parecesse dos mais faceis.
Recuando diante de tantas questões apropriadas aos talentosos e incompativeis com os de fracos recursos, lembrei-me de estudar a sangria. Temendo ainda a minha insufficiencia, encarei-a apenas sob um ponto de vista especial.
Comecei a leitura por um excellente artigo de Bricheteau, no qual alguem diz pretender-se ressuscitar as emissões sanguineas. Estuda Bricheteau a acção physiologica da sangria e os seus principaes usos therapeuticos, mas o que não diz é que ella seja um antiphologistico. Concede-lhe o poder de desengorgitar os vasos dilatados, mas considera o seu effeito ephemero e como tal inutil n'uma inflammação, a menos que não se trate da congestão inicial que temporariamente póde ser alliviada por semelhante meio.
Elogia o mesmo auctor a these d'um estudante francez, da qual, conforme a sua confissão, se aproveitou muitissimo.
Perante esta declaração, resolvi ler aquella these que existe na Bibliotheca da Escola Medico-cirurgica de Lisboa. Lucrei muito com a sua leitura, mas fiquei impressionado, quando vi que o estudante que merecêra os elogios de Bricheteau declarava a sangria incapaz de curar a inflammmação á face dos principios da sciencia.
Causava-me admiração, repito, que tantos homens verdadeiramente grandes se tivessem enganado e que só pela rasão allegada se condemnasse ao despreso o que em outras épocas gosára de tanta fama.
Deliberei pois vir aqui dizer que não só não está provado ser a sangria incapaz de curar a inflammação, mas ainda que em these é real a sua efficacia."
(excerto da introdução)
Sabino Maria Teixeira Coelho (1853-1923). "Como cirurgião atingiu rapidamente grande prestígio, talvez por isso também precocemente abandonou a docência. Terá sido o primeiro cirurgião a ressecar a gânglio de Gasser por nevralgia do trigémio. Na Escola Politécnica foi discípulo e continuador do zoólogo Barbosa du Bocage e naturalista da Secção de Zoologia do Museu de História Natural. Sobraçou as carreiras médica e de naturalista até 1882, altura em que, ao tomar posse do cargo de Professor Demonstrador na Escola Médico-Cirúrgica, pediu exoneração do cargo de Lente de Zoologia da Escola Politécnica. Inventou e desenvolveu métodos cirúrgicos. Deixou uma obra escrita variada de divulgação e com interesse didáctico. Jubilou-se em 1923.
Dados académicos profissionaias: Escola que Frequentou: Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa. Títulos Académicos, Cargos e Funções: 1878 - Licenciatura; 1879 - Cirurgião do Banco (HCL), Leccionou na Anatomia Patológica, Medicina Operatória e Patologia Externa; 1882 - Professor Demonstrador de Cirurgia; 1888 - Secretário e Bibliotecário da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa; 1891 - Demonstrador de Cirurgia; - Professor de Cirurgia e Patologia Externa; 1897 - Lente Proprietário de Patologia Externa - Cirurgião e Director da Enfermaria de S. João Baptista – HSJ. Especialidade: Cirurgia; Ginecologia. Louvores e Condecorações: Legião de Honra; Grã-Cruz da Ordem de Santiago da Espada. Cargos em Sociedades Científicas e Profissionais: Membro da Academia Real das Ciências; Vogal da Liga Nacional Contra a Tuberculose; Sócio Efectivo da Academia das Ciências de Lisboa. Outras Actividades: 1880 - Concurso para Professor de Zoologia da Escola Politécnica de Lisboa; - Médico do Laboratório Municipal de Higiene e posteriormente do Instituto Central de Higiene; - Professor substituto de Zoologia na Escola Politécnica; - Naturalista Adjunto da Secção Zoológica do Museu de História Natural da Escola Politécnica; - Presidente da Comissão de Honra da Comemoração do I Centenário da Régia Escola de Cirurgia. Cargos Políticos: Vereador da Câmara Municipal de Lisboa; - Deputado. Principais Trabalhos Publicados: 1878 - “A sangria e a inflammação”. (Tese de Licenciatura); 1880 - “Não há zoologia sem anatomia”; 1881 - “Arthrite tuberculosa”. (Tese de Concurso); 1884 - “O poder desinfectante do ácido sulforoso”; 1896 - Ginecologia – Cartas ao Exmo Professor Manuel Bento de Sousa; 1922 - “Oliveira Feijão”; 1926 - “O momento cirúrgico e o ensino Lisbonense”; 1929 - “Referências scientíficas” (Ed. Liv. Aillaud e Bertrand); 1930 - Ócios dum cirurgião; - “Recentes incertezas biológicas relativas ao choque”; 1931- "Reflexões". Colaborações: Colaborou em diversos jornais, como o Diário de Noticias e o O Século e em numerosas revistas cientificas, entre as quais o Correio Médico, Portugal Médico, Medicina Contemporânea, Arquivos de Medicina, Jornal da Sociedade das Ciências Médicas, Jornal de Ciências Matemáticas, Físicas e Naturais, Lisboa Médica, Arquivo de Medicina Legal, Coimbra Médica, Révue de Chirurgie e Annales de Gynecologie et Obstetrique."
(fonte: http://memoria.ul.pt/index.php/Coelho,_Sabino_Maria_Teixeira)
Exemplar em bom estado geral de conservação. Capa frágil com defeitos; sem contracapa. Manchado nas primeiras e derradeiras páginas do livro. Pelo interesse e raridade, a justificar encadernar.
Raro.
35€

Sem comentários:

Enviar um comentário