07 agosto, 2016

CARVALHO, XAVIER DE - CANTOS EPICOS DA GUERRA. Á memoria gloriosa de meu filho Rafael, soldado da Legião Estrangeira morto na batalha de Champagne em 28 de Setembro de 1915. Paris : Bruxelles, L'Édition d'Art : Gaudio, 1918. In-8.º (21,5cm) de 29, [3] p. ; B.
1.ª edição.
Obra poética dedicada pelo autor à memória de seu filho, morto em combate. Precede-a dois epitáfios: um de autoria não identificada, e o outro, da pena do poeta Gomes Leal.


"Inviolavel, augusta, imaculada,
Verdun, terra imortal...
Recebeste, co'a cruz da Torre-e-Espada,
A alma de Portugal.

Heroes de mil acções
Onde vibra o peito lusitano,
Ala dos Namorados,
Os santos e os soldados
Que sublimaram versos de Camões
E a prosa aurifulgente d'Herculano:

Vinde beijar as triunfaes ruinas
De Verdun resplandecente!
Oh, combatentes! épicos guerreiros!
Irmãos dos que em Valverde e em Atoleiros
Nimbaram d'oiros o pendão das quinas,
Enaltecendo a Lusitana Gente. [...]

E n'um extasis d'almas,
Vem Nun'Alvares, da mansão ignota,
Com um punhado d'heroes d'Aljubarrota,
Cobrir Verdun de bençãos e de palmas!"

(excerto de Portugal á Verdun)

Exemplar brochado em bom estado geral de conservação. 
Raro.
20€
Reservado

Sem comentários:

Enviar um comentário