28 abril, 2017

BARROS, Manuel Corrêa de - LIÇÕES DE FILOSOFIA TOMISTA. Pôrto, Livraria Figueirinhas, 1945. In-4.º (24cm) de 430, [2] p. ; B.
1.ª edição.
Obra de referência sobre a Filosofia Tomista.
"Reúnem-se nêste volume, com as adições e as modificações aconselhadas pela experiência, os textos das lições de filosofia tomista realizadas por mim, na sede da Juventude Universitária Católica do Põrto, de Janeiro a Maio de 1942. [...]
Ao fazer estas lições, sabia a quem me dirigia. Agora, publicadas em volume, não me é possível saber a que mãos irão parar. Se fõr ás mãos dum católico, inclinado a olhas com simpatia a filosofia tomista, por causa da aprovação que a Igreja lhe tem manifestado pùblicamente, não quero deixar de  lhe apontar o exemplo de S. Tomás, que nunca hesitou em abordar, com a maior objectividade, os grandes problemas intelectuais do seu tempo, convicto de que todos, se forem encarados com largueza de vistas, se podem resolver dentro da mais rigorosa ortodoxia. Se fôr às mão de um não católico, disposto, pelo mesmo motivo, a ver o tomismo com desconfiança, devo lembrar-lhe insistentemente que não se trata, para S. Tomás, de proselitismo, mas duma tentativa honesta, dum esfôrço sincero de compreensão da realidade. Quando S. Tomás pretende convencer, - e fá-lo sempre com firmeza e simplicidade -, não é para chamar os outros ao seu campo, mas para lhes levar o que, segundo pensa convictamente, é a expressão da verdade."
(excerto do prefácio)
Índice:
Prefácio. 1 - S. Tomás Aquino. 2 - O que é a Filosofia. 3 - Resumo Histórico. 4 - Os Primeiros Princípios. 5 - O Ser. 6 - Deus. 7 - A Criação. Os Anjos. 8 - O Homem. 9 - O Conhecimento. 10 - As Leis do Pensamento. 11 - O Mundo Material. 12 - A Moral Filosófica.
Manuel Corrêa de Barros Júnior (1904-1991). “Engenheiro português que marcou a sua época, que influenciou com o seu ensino e com o seu exemplo a carreira de muitos dos seus alunos na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Ilustre professor, que possuía duas licenciaturas em engenharia — Civil (1928) e Electrotécnica (1929) - e que ao longo da sua vida desenvolveu uma carreira profissional vasta e uma carreira académica que o levou a desempenhar os mais altos cargos docentes e administrativos na Universidade do Porto: foi Professor Catedrático do 6º Grupo (Electrotecnia) da Faculdade de Engenharia (1944), foi Director dessa Faculdade (1950 a 1961) e foi Reitor da Universidade (1961 a 1969). Todos estes cargos desempenhou com mérito e distinção. Para além destes factos de uma vida dedicada ao ensino e à vivência da engenharia como profissão, traduzida em muitas outras publicações para além das citadas, há que salientar os outros interesses intelectuais do Prof. Manuel Corrêa de Barros, que o levaram a publicar um curso de Filosofia Tomista ministrado aos membros da Juventude Universitária Católica em 1942 [editado em livro], e a publicar em 1982 um último livro - “Reflexões de um Estudioso de S. Tomás de Aquino” -, análise racional de algumas situações científicas, técnicas e sociais do seu tempo e síntese das suas reflexões pessoais influenciadas pela filosofia de S. Tomás de Aquino.”
(fonte: http://paginas.fe.up.pt/histel/MCB_info.pdf)
Exemplar brochado, maioritariamente por abrir, em bom estado geral de conservação. Dedicatória - não do autor - na 1.ª f. (em bco). Capas oxidas. Contracapa e últimas folhas do livro apresentam pequena mancha antiga de humidade no canto inferior esquerdo.
Invulgar.
15€

Sem comentários:

Enviar um comentário