06 agosto, 2018

BARACHO, M. A. de M. - ARTE DE ENXERTAR TODA A QUALIDADE DE ARVORES FRUCTIFERAS. Segundo o methodo usado pelos melhores arboricultores praticos. Lisboa, Typographia na Rua do Arco, 1867. In-8.º (20,5cm) de 48, [2] p. ; B.
1.ª edição.
Curioso tratado de enxertia.
"A agricultura é a melhor riqueza de uma nação, sem ella não ha prosperidade alguma, e por estar convencido d'esta verdade me proponho dar n'esta arte algumas regras e preceitos, que habilitem melhor o agricultor a poder exercer a enxertia; operação, pela qual se faz dar a uma avore outros e bellos fructos, o que antes não dava. [...] Poderia fazer mais algumas reflexões sobre esta materia, porém vamos escrever para quem pela maior parte não possue os elementos necessarios para ir mais alem; portanto não posso deixar de muito me limitar no desenvolvimento d'esta arte, porque ordinariamente quem faz a enxertia são trabalhadores do campo, ou cazeiros, e muito faltos de instrucção, ppor conseguinte serei conciso e claro para d'esta sorte poder ser melhor entendido no fim a que me proponho.
Tratarei das arvores, e suas divisões, e arranjal-as-hei em dez classes segundo sua homogeneidade ou analogia; mostrarei os preceitos, regras e tempos mais proprios de se fazer a enxertia em cada uma das ditas arvores: finalmente darei tambem uma relação dos nomes e qualidades dos fructos das arvores enxertadas de que fazemos uso para que sejam mais bem conhecidos de todos."
(Excerto do preâmbulo)
Exemplar brochado, por aparar, em bom estado de conservação. Capas frágeis com pequenos defeitos.
Raro.
A BNP refere a obra, mas sem registo de qualquer exemplar.
30€

Sem comentários:

Enviar um comentário