03 março, 2017

ORNELLAS, Carlos d' - O ULTIMO DIA DO CONDENADO : drama em 1 acto. Episodio dramatico passado na grande conflagração europea. Lisboa, [s.n. - imp. nas oficinas da «Gazeta dos Caminhos de Ferro», Lisboa], 1932. In-8.º (20cm) de 29, [3] p. ; B.
1.ª edição.
Curiosa peça de teatro tendo como pano de fundo a 1.ª Guerra Mundial.
"A ACÇÃO PASSA-SE QUANDO DA GRANDE CONFLAGRAÇÃO EUROPÊA
Apresenta a scena um tôsco casarão, ao fundo do qual se vê uma tarimba. A. E. A. virado para os espectadores, uma bilha com agua, um caixote, tendo, a negro, as iniciais C. E. P. Sôbre êle um pouco de pão, um pucaro para agua e um tinteiro com a respectiva caneta.)
Scena I
Condenado, só
(O condenado sentado numa ponta da tarimba, medita. Passados momentos em cima dum caixote e sôbre êle, acaba de escrever, nervoso, uma carta. Levantando-se e com a carta na mão, passeia de um para outro lado da scena.)"
(excerto da cena I)
Carlos de Ornellas Lopes Banhos (1897-1963). Foi um jornalista, escritor, empresário e militar português. Natural da Terceira. Combateu na Primeira Guerra Mundial, onde esteve destacado como sargento do Regimento de Infantaria 7, tendo-se salientado em combate, na Flandres. Tomou parte na Revolução de 28 de Maio de 1926, ao lado do General Gomes da Costa. Das suas memórias da guerra, publicou uma conferência a que deu o título O Açoreano na Grande Guerra (1931).
Exemplar brochado em bom estado de conservação.
Raro.
15€
Reservado

Sem comentários:

Enviar um comentário